Educational Technology Consulting

Soporte y Servicio al Cliente
lun - vie de 8:00 a 14:00 y 16:00 a 18:00 hrs.
México España Brasil Guatemala Belice Colombia Costa Rica Honduras Nicaragua Paraguay El Salvador Portugal

Head

Estudos indicam que a certificação de especialista MOS Microsoft Office Specialst, garante a "elevada proficiência no uso do Office esta diretamente ligada ao imediato ganho de desempenho no trabalho, independentemente da função realizada".

Um programa de produtividade não e um projeto realizado de uma só vez, é um esforço constante e continuo.

Maior produtividade em uma empresa com respeito aos recursos humanos e físicos, significa maiores ganhos para todos.

São conclusivos os benefícios para os colaboradores certificados como ESPECIALISTAS Microsoft Office Specialist (MOS), destacando-se:

  • Trabalham de forma mais produtiva, eficiente e colaborativa;
  • Otimizam o tempo no desenvolvimento de tarefas;
  • Multiplicam a capacidade de inovar, produzir e participar com proficiência de novos desafios;
  • Alcançam maior credibilidade profissional com colegas, clientes e empregadores;
  • Aumentam significativamente o uso das funcionalidades dos softwares;
  • Conseguem vantagens no momento da promoção, da seleção e na tomada de decisões.
  • Tudo contribuindo para um aumento da produtividade e o valor para as empresas.
  • Veja mais.

Experiência será sempre importante. Sendo um especialista MOS, e todos podemos ser - o maior ganhador é você e a sua empresa.

Melhorar a produtividade é chave para melhorar o nível de vida da sociedade, já que repercute e incentiva em mais investimentos, crescimento de emprego, da economia e do bem estar social.

"Antes da certificação demorava 1h30 para realizar qualquer tarefa, apos, faço as mesmas tarefas em 45min"
Eileen Tan, gerente geral da Piedra IT Forestal, um provedor de soluções integradas de TI em Cingapura.

80% do seu dia, é a quantidade média de uso dedicado ao Office . 89% dos supervisores informam que os trabalhadores certificados MOS são mais produtivos e requerem menos supervisão. 70% da força de trabalho utilizam estas ferramentas.